Provérbios 305 - Achar que o mundo não tem um criador é o mesmo que afirmar que um dicionário é o resultado de uma explosão numa tipografia."

Benjamin Franklin

A nobreza do gesto e a importância de uma saudação

Imprimir
Categoria: Mensagens de Reflexão
Criado em Segunda, 12 Agosto 2013 Data de publicação Escrito por Assis

Conta uma história que um Judeu trabalhava em um frigorifico na Noruega.

Certo dia ao terminar sua jornada de trabalho, foi a uma câmara frigorifica para fazer uma inspeção, inexplicavelmente a porta se fechou e o fecho de segurança travou e o trabalhador ficou preso dentro da câmara. Bateu na porta com força, gritou por socorro, mas ninguém o ouviu, todos já haviam saído para suas casas e era quase impossível que alguém pudesse escutá-lo, pois a porta era muito grossa.

Já estava a quase cinco horas preso na câmara e quanto mais o tempo passava mais próximo da morte por congelamento ele estava.

De repente a porta se abriu e o vigia entrou na câmara e resgatou o trabalhador ainda com vida.

Depois de salvar a vida do homem, perguntaram ao vigia, “Porque ele foi abrir a porta da câmara se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho?

Ele assim o explicou: “trabalho nesta empresa há 35 anos, centenas de empregados entram e saem aqui todos os dias e ele é o único que me cumprimenta ao chegar pela manhã e se despede de mim todas as tardes. Todos os demais me tratam como se eu não existisse.

Hoje pela manhã me disse “Bom dia” quando chegou. Eu espero por esse bom dia ou ola, todas as manhãs e por um tchau ou até amanhã, todas as tardes. Entretanto não se despediu de mim, pensei que poderia estar em algum lugar do prédio ou poderia ter-lhe acontecido algo. Por isso o procurei e o encontrei.


 

​ 
Share
Copyright 2011. Joomla 1.7 templates. AssisProfessor Website